quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

A Adoração dos Pastores, Tintoretto, 1581, 542 x 455 cm


Naqueles dias saiu um decreto da parte de César Augusto, para que fosse recenseada toda a terra. Este primeiro recenseamento foi feito quando Quirinio era governador da Síria. E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade.
Subiu também José, da Galileia, da cidade de Nazaré, à cidade de David, chamada Belém, por ser da casa e linhagem de David, a fim de recensear-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
Enquanto estavam ali, chegou o tempo em que ela havia de dar à luz, e teve a seu filho primogénito; envolveu-o em panos e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.
Naquela mesma região pernoitavam pastores no campo, que guardavam durante as vigílias da noite o seu rebanho. O anjo do Senhor apareceu-lhes, e a glória do Senhor os cercou de resplendor; pelo que se encheram de grande temor. O anjo, porém, disse-lhes:
"Não temais, porquanto vos trago novas de grande alegria que o será para todo o povo: É que nasceu hoje, na cidade de David, o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos servirá de sinal ara o identificardes: Achareis um menino envolto em panos e deitado numa manjedoura".
Então, de repente, juntou-se ao anjo uma multidão do exército celeste, louvando a Deus e dizendo:
"Glória a Deus nas alturas e paz na terra entre os homens de boa vontade".
Quando os anjos se afastaram deles em direcção ao céu, os pastores disseram uns aos outros:
"Vamos já até Belém, e vejamos isso que aconteceu e que o Senhor nos deu a conhecer".
Foram, pois, a toda a pressa, e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura; e vendo-o, divulgaram a palavra que acerca do menino lhes fora dita; e todos os que a ouviram se admiravam do que os pastores lhes diziam.
Maria, porém, guardava todas estas coisas, meditando-as em seu coração.
E voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes fora dito.

Lucas 2, 1-20

Feliz natal, com amor, saúde e bons momentos de felicidade.

6 comentários:

orquídea disse...

É bom encontrar um post sem pais natais :)
E eu não me esqueci do que te pedi.
Feliz Natal para ti, a todos aqueles que amas e que te envolvem.
Beijinhos

GRAFIS disse...

Felizemente há mais vida para além dos Pais Natais.
Feliz Natal!
Bjs

subtilezas disse...

que bela passagem:)

um beijinho grande. eu não acredito neste natal, mas acredito no amor*

GRAFIS disse...

eu acredito no amor, e no natal de Cristo.
...e afinal não é tudo a mesma coisa?
Feliz Natal.

serotonina disse...

Feliz Natal.
bjs

GRAFIS disse...

Feliz Natal para ti tb piquena :)
bjs