terça-feira, 30 de dezembro de 2008


Robert Smithson, Spiral Jetty, 1970.


A beleza mais nobre não é a que encanta de imediato, que procede por assaltos fogosos e inebriantes (essa facilmente se torna fastidiosa), mas sim a que se insinua lentamente, aquela que transportamos sem o sentirmos e que um dia acontece encontrarmos em sonhos, mas que, depois de durante muito tempo ter ocupado um lugar modesto no nosso coração, acaba por nos possuir inteiramente, por nos encher os olhos de lágrimas, o coração de nostalgia.

Friedrich Nietzsche, Humano, Demasiado Humano.

Poder-se-ia dizer isto mesmo de tantas outras coisas tão importantes… não apenas da beleza, mas de tanto que nos faz Existir, verdadeiramente.

Neste tempo que vivemos, adivinhando um suceder de dias feios paridos dos actos indecorosos de homens ignóbeis, amputados de beleza e de sonhos universais, do grande Sonho Humano, será precisa coragem para saber reconhecer dentro de cada um de nós os Sonhos, os mais belos, para torna-los realidade, pois não creio que estejamos aqui, neste nanosegundo cósmico, para viver num mundo torpe.
Diz-se que o mundo é aquilo que fazemos dele, e eu creio que sim, que o mundo somos nós, aqui e agora, amanhã.
A todos, desejo que encontrem em 2009 O Sonho dentro de vós, e que tenham a força necessária para tornar a Beleza realidade, para tornar o mundo, o peito, o coração, um Lugar cheio de beleza, aquela capaz de contagiar e resistir...

6 comentários:

RV disse...

o texto do Nietzsch n precisa de comentários, passei apenas p te desejar tb um bom ano 2009.


p.s.: tomara q o quadro q postei sobre o mm tema fosse a celebração sobre a concretização deste texto,

bjs

RV disse...

* "celebração da concretização deste texto..."

orquídea disse...

A ti também desejo que encontres o Sonho do belo que perdura para além do efémero momento.
Um Feliz 2009!
Beijos.

GRAFIS disse...

RV
tomara... :)

Bom Ano.

Orquidea
Eu também

Bom Ano.

S-Kelly disse...

Sem dúvida que o mundo é o que fazemos dele, e as nossas vidas estão, por consequência, um pouco também nessa linha de actuação. Importa viver bem, viver cada dia da melhor forma, e saber reclamar para nós, os fragmentos da vida subtraídos à voracidade do tempo, para que nada do que é importante cai no nosso esquecimento.

GRAFIS disse...

isso parece mais fácil... :)