quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009



Ter um dia de cão, significa, ter um dia bicudo, com as pontas todas viradas para nós a empurrar-nos contra a parede.

Ter um dia macho, significa quase a mesma coisa, com a diferença de que, ou invés de pontas aguçadas, são punhos cerrados.
Imaginem terem um dia com as duas coisas juntas… mais uns pozinhos à mistura.
Confesso que não sei o que está a acontecer, se ao ar, se à água, ou se será a vida frustrada que certas pessoas levam, mas , os dias estão a ficar uma loucura, e certas pessoas "miudinhas" à beira da insanidade mental (que levarão, invariavelmente, os outros à loucura tb), estão! Hirra!


Bem sei que é um lince ali em cima, mas a Marta tb tem cães bicudos e ponteagudos (que eu não me importava de ter em casa, quietos, em local de destaque, só para eu apreciar sentada da minha "berger").
Ver aqui, ou aqui ou ainda aqui.



Um comentário:

rv disse...

q moca de cão!