domingo, 4 de janeiro de 2009

Passeio matinal, Dezembro 2008.


Sou feliz
, parecia dizer quando passou por mim no passadiço junto ao mar, na sua "pasteleira", com os dois garrafões de água ainda vazios na geleira atada ao suporte da bicicleta, e o rádio na aba do chapéu a tocar.
Sou feliz, dizia-me o sorriso estampado nos lábios e no olhar.
E nesse momento desejei ser como ele, por uns minutos apenas, para sentir.

8 comentários:

orquídea disse...

Uma bicicleta e nada de mp3. Coisas simples... Tenho aqui pilhas para o rádio, se precisares :)
Beijo.

subtilezas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
subtilezas disse...

gostei muito do texto aqui em baixo. muito mesmo. ser feliz é uma boa opção: a melhor.


"que a crise não chegue aos nosso corações"

(eliminei o comentário que estava mal escrito)

beijinhos meus: da inês*

Dantins disse...

A melhor frase do mundo é afirmar que se é feliz!
Parabéns pela tua felicidade!

GRAFIS disse...

orquidea
acho que o senhor estava bem apetrechado e não creio que lhe fosse faltar a energia no rádio :)

inês
é uma opção que julgo todos tomariamos. há, porém, ainda caminho a percorrer, mas eu estou a tentar levantar-me dos escombros.
pois era só o que faltava a crise chegar ao coração... mas na verdade até aí, por vezes, é preciso esperar por tempos melhores que outros, não vá tudo pelos ares.
bjs

dantis
pois... tens razão, e com convicção ainda melhor.
aqui o ciclista está de parabéns, e se não, disfarça bem
bjs

orquídea disse...

grafis, é bom saber disso :)
Beijinhos

S-Kelly disse...

Aí está uma boa maneira de começar 2009. Assumir a felicidade! Novalis escreve que a felicidade depende apenas do nosso posicionamento em relação com tosos os pontos do universo, tal como com o futuro e com o passado. Creio que basta organizar o nosso interior e controlar a duração da nossa atenção observadora, para atingirmos a felicidade. Parece simples, não parece?

GRAFIS disse...

Todos os pontos no universo?!
Isso é muito ponto para nos posicionarmos...
Eu não sei a fórmula, mas parece mais fácil do que aquilo que a prática vai demonstrando.