segunda-feira, 30 de março de 2009



Um almoço à margem…
Acordar de manhã, pegar no carro e rumar a Lisboa. Uma auto-estrada de sol, verde e brisas perfumadas. Não fosse a mudança da hora e o cansaço dos últimos dias teria levantado mais cedo, começaria pela baixa. Um passeio a pé, Chiado abaixo rumo à fnac, desta vez para me tentar não perder outra vez e trazer apenas uma ou outra delícia, tesouro.
O domingo estava assim. Tejo sereno, ar limpo, céu azul.
O melhor lugar junto da esplanada, dentro, abrigada do vento frio. Uma salada, um sumo de laranja acabado de espremer, e dois dedos de conversa desinteressada e perfeitamente fútil para descansar o cérebro. Em standby.
Uma caminhada água fora e um fim de tarde dentro dos bairros de Lisboa, onde os desgraçados descansam ao sol, nos passeios, à espera de mais um “chuto”, ou quem sabe a desfrutar dele.
Não fosse isso e haveriam domingos perfeitos.

4 comentários:

no terrace disse...

por outro lado, quatro tunicas de uma assentada só, parece-me um bom número para tornar uma ida a lisboa perfeita.... :)

Dantins disse...

Um almoço nessa esplanada numa tarde de domingo, parece-me um programa mais que perfeito :)

Boa semana.

GRAFIS disse...

no terrace
...e uma camisa, que ainda não consegui usar já que o calor nunca mais se decide a vir ;)

Dantis
sem dúvida!
boa semana para ti tb.

clic disse...

Não há bela sem senão, é o que é! :)