quinta-feira, 24 de abril de 2008

.
.
22 horas e 55 minutos de 24 de Abril de 1974...
.
.
...a Revolução de Abril estava na rua.



[...]
E depois do amor
E depois de nós
O dizer adeus
O ficarmos sós
Teu lugar a mais
Tua ausência em mim
Tua paz
Que perdi
[...]




3 comentários:

Lover disse...

Simplesmentes mágica esta música "E depois do Amor"...Excelente momento...
"(...)Tua ausência em mim
Tua paz
Que perdi
Minha dor que aprendi (...)"
intemporal...forte...obrigada pela partilha!:)

Lover disse...

Arrepiantes estes minutos aqui...a força destas vozes, numa sede de liberdade, igualdade...de vida!
Obrigada, Grafis! :)

GRAFIS disse...

eu ainda continuo a emocionar-me, ano após ano, com esta sequência de musica/palavras.
:)
Viva a democracia e a liberdade!