quarta-feira, 9 de abril de 2008


Maria Serebriakova, sem titulo, 1990.

.
O homem lança a rede e não divide a água
O pobre estende a mão e não divide o reino

É tempo de colheitas e não tenho uma seara
Nem um pequeno rebento de oliveira.
.
Daniel Faria

3 comentários:

Lover disse...

Boa noite com boa música :)
vim aqui deixar-lhe um desafio aqui:

http://omeuespacoeteu.wordpress.com/2008/04/09/diz-me-o-que-les/

Espero que aceite! Bjs

GRAFIS disse...

já está :)
...agora, o que gostava mesmo era de passar o registo para a primeira/segunda pessoa... ou sou eu que tenho "ar" de "cota", ou quê?! :)

Lover disse...

Boa, boa...falamos a mesma lingua...nada cota! :P