domingo, 4 de maio de 2008

João Hogan, Paisagem.

Umas mini-férias também têm as suas desvantagens.
Uma delas, de tanto dormir (só de quarta para quinta foram 12h seguidas) chegamos facilmente a um ponto em que perdemos o cansaço físico todo (para mim bastaram 3 noites com mais de 10h de sono), acordamos tarde e temos tendência para deitar cada vez mais tarde… resultado: o relógio biológico todo descontrolado.
E espante-se: foram só quatro dias de férias mas já estou que nem posso...
Ontem às 3h30 da manhã ainda andava às voltas na cama para dormir e nem mesmo a ler conseguia adormecer.
Acordei às 10h30 cheia de energia.
Hoje já estive de volta de uns assuntos e ainda assim estou aqui completamente alerta.
São 23h, não tenho ponta de sono nem de cansaço, e amanhã às 8h tenho de estar de pé, de volta ao ritmo frenético das 10h normais de trabalho a um ritmo acelerado (que vêem aí tempos de muita coisa a acontecer).
Mas o João Pestana não quer nada comigo, e cheira-me que vai ser outra daquelas noites…

Apesar desta conversa toda, que só poderia levar a concluir que a minha vida é só trabalho (e é, mais ou menos) a primeira coisa que vou fazer amanhã quando chegar é marcar as férias deste ano: um mês e meio de férias… são tantas que nem sei onde as enfiar, mas vou!

3 comentários:

serotonina disse...

:) também me acontece o mesmo, mas já aprendi que o truque é deitar à mesma hora, mesmo que me levante mais tarde, deitar sempre à mesma hora. É que se na véspera do 1º dia de trabalho me deitar tarde ou dormir mal, o dia seguinte vai correr mal, de certeza! quem me tira as minhas horas de sono, tira-me tudo!

Que bom, um mês e meio de férias, aproveita bem.

RV disse...

isso fez-me lembrar algo parecido q me aconteceu 6f, adormeci ás 18h e acordei no outro dia ás 8h e picos, com uma energia q nem eu própria me aguentava

GRAFIS disse...

sertonina
pois... mas eu só consigo deitar-me sempre à mesma hora qd ando mesmo cansada, tipo 11h / 11h30 e tb a mim me faz falta dormir um certo número de horas, excepto qd ando mt stressada e tudo me corre menos mal. o entusiasmo cresce e não consigo descansar muito. osso do oficio.

rv
tb tenho dessas coisas. às vezes, em meados de junho/julho (que é qd vou mesmo abaixo) os meus três primeiros dias de férias são para comer e dormir, qd me deixam, e se não me deixam, levo tempo a recuperar.